Deus

   Passei tanto tempo te procurando, não sabia onde estavas. Mas o que tanto procurava? que vazio é este que existe dentro de mim? Olhava o infinito, mas não via nada, só enxergava o que realmente estava ali. Será o que eu tanto procurava? "Será  mesmo que Tu existes?" Procurava ali e aqui, mas nada encontrava.

   Tentava te encontrar nas religiões e nos templos. E Tu não estavas. Tentei te encontrar em outras profissões, em mudanças de cidades, mas nada eu via, apenas o vazio tomava conta de mim.Te busquei através de sacerdotes e pastores e não Te encontrei. Senti-me só e desesperada. Na descrença Te ofendi. Na ofensa, tropecei e caí. Na queda, senti-me fraco.E chorei numa dor sem fim! o que é isso que tanto faltava, que vazio é este existe dentro de mim?


   Na fraqueza, chorei num mar sem fim, talvez precisasse pedir socorro, mas como pode estar em uma multidão e sentir solidão? E no desespero baixei minha cabeça e rezei. Falei sem palavras bonitas, sem rodeios, com frases aflitas. No socorro te encontrei. Nisso caí em si, oh meu Deus  perdi tanto tempo te procurando! Diante disso voltou-me o amor, no amor encontrei ternuras e vi um mundo novo. No mundo novo, resolvi doar. Doando, recebi. Recebendo, me senti feliz. Feliz, encontrei a paz. E com paz, foi que te enxerguei, pois dentro de mim Tu estavas. E sem Te procurar... foi que Te encontrei.


   Hoje sei que não é preciso ter ou ser para ser feliz, a fé move montanhas, alimenta o corpo e purifica a alma. A fé você sente o que é Deus, é com ele todos os problemas ficam menores, a fé desmancha a maldade, a macumba, a inveja. Porque a justiça do homem é falha, mas de Deus nunca tarda!

              (Autora: Carla Regina)
 
                      (imagem autoria livre)

 FIM!

Nenhum comentário:

Postar um comentário